segunda-feira, julho 04, 2005

O que é o MPL?

O movimento autônomo pelo passe livre iniciou suas atividades no dia 25 de outubro de 2004, partindo de uma iniciativa da Coalizão de Grupos Autônomos (CGA). Nesse dia foi realizada uma reunião com a exibição do documentário A revolta do Buzú, seguida de um ato das/os estudantes na rodoviária. Desse modo teve início uma campanha autônoma (independente de instituções, partidos, ONGs, entidades estudantis institucionais e partidarias, etc) aberta a participação toda e qualquer pessoa insatisfeita com os rumos atuais do transporte público no DF e disposta a participar.

Nossos objetivos primeiramente são divulgar o passe livre estudantil e denunciar as precariedades do nosso transporte público , e mobilizar os estudantes e a sociedade. Através de formação de núcleos de estudantes nos colégios, pretendemos descentralizar luta e conseguir sua divulgação e mobilização em instâncias locais, já que temos limitações físicas (acentuadas, inclusive, pela merda de transporte público). Para dar mais efetiviade às nossas ações, foram feitos três grupos de trabalho (GTs), de forma que qualquer pessoa que queira possa integra-los:

-GT de comunicação: é responsável direto pela divulgação e comunicação dentro e fora do movimento

-GT de formação: é função desse GT pesquisar e juntar infomações sobre o transporte público no DF, tanto para fins de divulgação (panfletos, informativos...) quanto para formação dos/as estudantes e para desenvolver o projeto de lei a ser apresentado na Câmara

-GT manifestante: é de responsabilidade desse GT a programação das manifestações, os atos, as formas de ação direta e a segurança dos manifestantes.


Lembramos que a construção de um movimento efetivo depende diretamente dos esforços de cada um/a e que é de responsabilidade de todos/as praticar de alguma forma a divulgação/mobilização/conscientização, seja conversando com cobradores, seja passando a informação adiante para os amigos/as. A organização de núcleos nas escolas é essencial, e qualquer pessoa ou grupo pode "puxar" sua formação. É só começar a mobilizar os/as estudantes da sua escola ou comunidade e formar um grupo que realize atividades locais.

A estrutura de organização do MPL (movimento pelo passe livre) é horizontal e apartidária, o que significa que não temos líderes instituídos nem cargos oficiais, e não toleramos partidos políticos ou instituições de qualquer natureza que se utilizam das causas sociais para sua promoção e popularização junto as massas. Os/as integrantes de partidos estão convidados/as a participar do movimento como indivíduos e não como representantes de seus respectivos partidos. Acreditamos que a mudança do sistema atual de sociedade deva ser pautado nas lutas sociais e não queremos reproduzir a forma institucionalizada caduca de organização. Para que isso seja possível contamos com a participação de todos/as





fotos tiradas da primeira manifestação contra o aumento das passagens

2 comentários:

Anônimo disse...

Aqui em Rio Branco-Ac, acabamos de criar um comitê do MPL. Por favor divulguem que no dia nacional fizemos panfletagem nas escolas e no dia 31/10 vamos reunir para criar os gts. Parabéns, vocês nos inspiraram!

celssobrandao disse...

Sou membro do JV ( Jovens Vigilantes) em São Luís - MA. Precisamos fazer contato com vocês. Estamos organizando o MPL pra valer aqui. Nos ajude!!! Contatos: (98) 3231 5075 / 81122581
e-mail: celssobrandao@yahoo.com.br