domingo, maio 30, 2010

Reflexões Catraqueiras


Não queremos apenas ir para escola e para casa, como se nesse trajeto estivesse todo o nosso processo educativo. Não queremos ficar horas na Difícil, enfrentando filas enormes apenas para saber que nosso transporte não é prioritário pros que estão lá em cima. Não queremos passe livre restrito. Não queremos que nosso direito seja transformado em assistência. Não queremos que a luta que fizemos nas ruas acabe dando lucro pros mesmos empresários sacanas que nos impedem de ir e vir.
O que queremos é PASSE LIVRE SEM LIMITES:
ir e voltar, mudar de direção, mudar de idéia. Queremos um passe livre que nos deixe caminhar por aí, que entenda a cidade como um espaço educativo.
E queremos que esse passe livre seja para TODO MUNDO:
porque ele não é uma caridade do governo ou dos tubarões dos transportes. Porque ele não é um favor. Ele é um direito que conquistamos. E conquistamos não apenas para podermos ir e vir, mas porque acreditamos que transporte não é uma mercadoria, mas um bem essencial.
O que queremos é que o passe livre signifique REDUÇÃO IMEDIATA DAS PASSAGENS. Porque se antes xs usuárixs pagavam 2 terços da nossa passagem, agora que o recurso público paga tudo a tarifa TEM que abaixar. Queremos isso agora.
E queremos mais. Queremos ultrapassar o PASSE LIVRE. Queremos que o direito de ir e vir seja de todxs. Queremos que o transporte seja público de verdade, seja um direito. Para isso, queremos TARIFA ZERO: que não tenha mais catraca, que não tenha mais passagem. Que o transporte seja pago pelos impostos dos mais ricos (aqueles com 10 carros na garagem). Que o transporte não seja pra encher o bolso de ninguém.
Queremos que nós, que usamos o transporte e que trabalhamos nele, sejamos as pessoas que decidirão quantas linhas vão para que lugares e a que horas. Queremos o fim da Difícil. Queremos decidir sobre como funcionará o transporte, essa questão fundamental das nossas vidas, que hoje é decidida por quem anda de helicóptero.
Queremos uma cidade que não gira em torno do dinheiro, da exploração, da opressão. Queremos uma cidade onde possamos caminhar, opinar, destruir e construir. Queremos uma cidade de todxs, e não de poucos como é hoje. Queremos, e estamos construindo, uma cidade vinda de baixo.

Achem que não faz sentido, nos chamem de loucxs. Vocês já fizeram isso antes, e olha só onde estamos agora. Talvez nossos mais belos sonhos sejam seus piores pesadelos...

Movimento Passe Livre -DF.

Manifestação pela ampliação do Passe Livre. rumo a tarifa Zero!
Dia 09 de Junho, as 18h, na Rodô

Um comentário:

Phillip disse...

Cara concordo com você , o transporte de ônibus está cada vez mais difícil as empresas estão até querendo aumentar a passagem!!!Não dar para acredita! Lima.Phillip(12anos) Estudante!